Durante as aulas, docentes tiveram a oportunidade de viver nove experiências sensoriais distintas promovidas pelo uso de recursos naturais terapêuticos

Uma ação desencadeada pelo Complexo Itaipuland vem buscado levar informação e conhecimento para os professoras da rede pública municipal de Itaipulândia, a 70km de Foz do Iguaçu.

Durante dois dias, docentes do 4º e 5º ano das escolas do município tiveram aula com o geólogo termalista Dr. Fábio Lazzerini, vice-presidente da Organização Mundial do Termalismo (OMTh) e presidente da Associação Latino-Americana de Termalismo (ALATh).

FullSizeRender_7.jpg

A iniciativa do parque aquático de água termal surge para desenvolver, aos poucos, uma cultura voltada ao termalismo e ao turismo termal em Itaipulândia. Para o professor Dr. Fábio, é preciso investir nas crianças, pois elas são o futuro da cidade. Fábio afirma: “É bom que as crianças conheçam os recursos e ambientes naturais em que pisam e usam. Quanto mais racional for esse pensamento, maior a chance de sucesso da comunidade”.

Durante as aulas, professoras dos 4º e 5º anos tiveram a oportunidade de viver nove experiências sensoriais diferentes, entre elas: provaram da água termal na pele, fizeram a ingestão, experimentaram água aromatizada cítrica, tiveram contato com a cromoterapia, água hipersalina, musicoterapia, sessão de relaxamento, observação do meio ambiente, e seleção e coleta de minérios.

FullSizeRender

Nos dois dias de visita, um para ano letivo, conheceram o SPA Fun, a Piscina Coberta, fizeram uma expedição técnica pelo território do parque e se encantaram com cada detalhe do Cave SPA Thermal. Para não passar em branco, a linha dermocosmética termal pertencente ao complexo, Eau Thermale Cataratas, sorteou dois kits de produtos Claro que elas adoraram!

FullSizeRender_1
Eliane Viana, ganhadora do kit no primeiro dia de formação.
FullSizeRender_6
No segundo dia, a felizarda foi Marli Basso.

Para a assessora pedagógica Madalena Dhein, os resultados do trabalho podem dar bons frutos: “Dessa forma, esses profissionais têm subsídio para trabalhar na conscientização dos alunos e, consequentemente, de toda a comunidade escolar, sobre a importância da preservação ambiental” – comenta.

FullSizeRender_8.jpg
Madalena em imersão no louge de relaxamento.

A ação pioneira do complexo termal foi bem recebida pela Secretaria de Educação de Itaipulândia. Pretende-se, cada vez mais, efetivar trabalhos em parceira para que toda a população do município de 10 mil habitantes saia ganhando.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s